Suspeito de roubar tabacaria tenta tomar arma de policial em abordagem e morre após ser baleado, diz polícia

0
14
suspeito-de-roubar-tabacaria-tenta-tomar-arma-de-policial-em-abordagem-e-morre-apos-ser-baleado,-diz-policia
Suspeito de roubar tabacaria tenta tomar arma de policial em abordagem e morre após ser baleado, diz polícia

Polícia Civil tentava cumprir mandado de busca e apreensão contra homem suspeito de roubar tabacaria de Paraíso do Tocantins. Ele entrou em conflito com os agentes ao tentar fugir.


Viatura da Polícia Civil do Tocantins — Foto: Divulgação/Polícia Civil do Tocantins

Um homem de 30 anos morreu após ser baleado por policiais nesta sexta-feira (14). O caso aconteceu em Paraíso do Tocantins, região central do estado, durante o cumprimento de mandado de busca e apreensão, já que o homem era suspeito de roubar uma tabacaria da cidade.

Segundo a Secretaria de Segurança Pública (SSP), durante a manhã, agentes da 62ª Delegacia de Polícia de foram até a casa do suspeito, que não teve o nome divulgado, para cumprirem um mandado de busca e apreensão relativo ao crime no comércio da cidade, que aconteceu uma semana antes.

Quando a equipe chegou, o homem se recusou a abrir a porta e tentou fugir pelos fundos da casa. Mas parte dos policiais foram atrás do suspeito. Nesse momento, conforme a SSP, ele tentou tomar a arma de um dos policiais e os agentes atiraram para contê-lo. O homem não resistiu e morreu no local.

O corpo foi levado para o Núcleo de Medicina Legal de Paraíso. Já a perícia analisou e coletou indícios no local onde aconteceu o confronto para esclarecimentos em procedimento específico pela Delegacia de Assuntos Internos (DAI).

Sobre o roubo na tabacaria, a SSP informou que as investigações vão continuar, já que na casa onde o suspeito estava foram encontrados produtos roubados do local, carteiras de cigarro e porções de drogas.

Levada para a 9ª Central de Atendimento da Polícia Civil, a companheira do homem foi autuada pelo crime de porte de droga.

Outro caso

De acordo com a SSP, ele tinha um mandado de prisão em aberto por descumprimento de medida cautelar. O jovem trocou tiros com policiais durante ação da Operação Tétapto Cerberus, que investiga crimes de tráfico, homicídio, porte de armas e crimes patrimoniais. Ele não resistiu aos ferimentos e morreu.

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui