Atenção ao edital e pelo menos três horas de estudos por dia: veja dicas de como se preparar para os concursos abertos no TO

0
34
atencao-ao-edital-e-pelo-menos-tres-horas-de-estudos-por-dia:-veja-dicas-de-como-se-preparar-para-os-concursos-abertos-no-to
Atenção ao edital e pelo menos três horas de estudos por dia: veja dicas de como se preparar para os concursos abertos no TO

O professor Rodrigo Fernandes, que dá aulas em cursinhos dá capital, deu dicas que como se planejar para estudar. Mas antes desse planejamento e si, é importante escolher em qual concurso o candidato tem o interesse em ser aprovado.

“Esse ano de 2024 começou repleto de concursos e eu vejo muita gente estudando para vários concursos ao mesmo tempo e isso é extremamente ruim. Ou seja, você tem que escolher o concurso que você quer, o cargo que você quer e ali, então, você traçar uma meta, porque os conteúdos programáticos são bem diferentes”, disse.

Tocantins terá concursos em 2024 — Foto: Divulgação

Com o concurso escolhido e com acesso ao conteúdo que deve cair na prova, o candidato pode fracionar os temas para finalmente organizar as etapas de estudos, conforme a dica de Rodrigo.

Como exemplo, o professor abordou o Concurso Nacional Unificado, ou “Enem dos concursos”. Ele orienta que o candidato separe o conteúdo do edital de interesse e separe as matérias para estudos nos dias da semana.

Outra dica importante é dedicar pelo menos de duas a três horas do dia para estudar o que consta no conteúdo e responder questões pertinentes aos temas, voltadas a concursos públicos.

Ele dá a dica dividir a semana com os seguintes conteúdos:

  • Segunda-feira – Língua Portuguesa;
  • Terça-feira – Matemática e Raciocínio Lógico;
  • Quarta-feira – Direitos Administrativo, Constitucional;
  • Quinta-feira – Administração Pública;
  • Sexta-feira – Desenvolvimento Nacional (Concurso Unificado)
  • Sábado e domingo – tirar pelo menos três horas para resolver questões de concursos.

Tempo de descanso e lazer também é importante, mas o professor alerta: “Não tem recuperação para concurso”. Ele quer dizer que cada minuto até o dia da prova importa para assimilar um conteúdo e se sair bem. Então quem sonha em entrar para o serviço público não pode perder tempo.

“Pegue esse presente de tempo que está sendo dado a você. Ou seja, não tem fim de semana, não tem feriado”, afirmou.

Questões discursivas

O professor também abordou as questões discursivas, que são as que exigem uma resposta escrita do candidato.

Como exemplo, ele cita um artigo do Direito Constitucional, que é cobrado na maioria dos concursos. “Quando a questão é discursiva, você vai escrever o significado dela. Se tivesse uma questão de marcar, ficaria muito mais fácil você identificar, mas como se trata de uma questão discursiva, então você realmente vai ter que escrever. Você pode fazer um resumo do artigo ou você pode talvez decorar os primeiros parágrafos para facilitar”, disse.

Professor ensina o que priorizar quando estudar para os concursos

Professor ensina o que priorizar quando estudar para os concursos

Para os concursos dos Ministério Público Estadual (MPTO) e da Assembleia Legislativa do Tocantins (Aleto), será cobrada a realização de redação. De acordo com o professor Rodrigo, essa etapa e quando o candidato expressa a opinião com argumentos relacionados ao tema cobrado pela banca. “Você vai expressar sua opinião em terceira pessoa tratando do assunto temático que foi dado”.

Leia o edital

Um dos principais pontos que os candidatos devem se atentar logo no início dos estudos é a leitura do edital, orientou o professor. “A leitura do edital é o que fará com que você desenvolva bem sua preparação para o concurso”, disse.

Com relação ao Concurso Nacional Unificado, ou “Enem dos concursos”, que abriu as inscrições nesta sexta-feira (19), Rodrigo explicou que cada um dos blocos temáticos tem as especificidades que serão cobradas nas provas.

“Cada bloco tem uma prova diferente, um conteúdo programático diferente, assuntos diferentes. Então quando você fizer a escolha do seu bloco, fique atento ao conteúdo programático”, pontuou.

Além das questões específicas de cada bloco, o concurso unificado também terá questões que são comuns a todos. “Como Língua Portuguesa, Direito Administrativo, Direito Constitucional, porque são matérias que estão presentes em todos os concursos independente da área”, deu a dica para o foco nos estudos.

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui