Rebanho de gado vítima de maus-tratos está comendo casca de árvores para sobreviver; Justiça determina remoção

0
43
rebanho-de-gado-vitima-de-maus-tratos-esta-comendo-casca-de-arvores-para-sobreviver;-justica-determina-remocao
Rebanho de gado vítima de maus-tratos está comendo casca de árvores para sobreviver; Justiça determina remoção

A Justiça determinou a alimentação e remoção do rebanho de gado que está morrendo de fome em uma propriedade rural alugada em Palmas. A situação dos animais se arrasta desde dezembro de 2023, quando vários bezerros foram encontrados pela Guarda Metropolitana. Eles estão roendo as cascas de árvores para sobreviver.

A TV Anhanguera voltou ao local nesta quinta-feira (11) e encontrou uma situação alarmante. Mais animais morreram de fome e as carcaças ficaram espalhadas pelo curral junto com os animais vivos. Um bezerro que morreu estava sendo comido por um carcará.

O cocho seguia vazio, sem nenhum alimento. A fome dos animais é tanta que alguns mal conseguem ficar em pé. Outros, para sobreviver, comeram até as folhas e casca do tronco de árvores que ficam no curral.

Animal comendo casca de árvore para sobreviver — Foto: Reprodução/TV Anhanguera

O pedido de para remoção dos animais foi feito pelo proprietário da fazenda, que deveria servir como área para engorda de bovinos. Ele provou para a Justiça que havia alugado o espaço da propriedade e ficaria responsável por cuidar do rebanho com alimentação e remédios fornecidos pelo dono do gado.

Só que não recebeu os insumos e nem o pagamento pelo aluguel.

Conforme a decisão da 6ª Vara Civel de Palmas, o dono do gado deverá:

  • Providenciar a retirada do rebanho no prazo de cinco dias, devendo também fornecer alimentação sob pena de multa diária.
  • A juíza também determinou o arresto de parte dos animais, que deve permanecer na propriedade como garantia para o pagamento de R$ 180 mil pelo aluguel do espaço.
  • Fornecer alimentação aos animais arrestados que ficarão sendo cuidados pelo dono da fazenda como garantia pelo pagamento do aluguel.

Se as medidas não forem cumpridas será caracterizado ato contra à dignidade da Justiça e crime de desobediência.

Carcará comendo bezerro morto de fome — Foto: Reprodução/TV Anhanguera

Entenda

Mais de 500 animais estavam passando fome e foram encontrados pela Guarda Metropolitana de Palmas em uma propriedade na região norte de Palmas, após uma denúncia. O flagrante aconteceu no dia 15 de dezembro.

Como todos estão sofrendo com a falta de alimentação, a situação ficou configurada como maus-tratos. Na época, os funcionários da fazenda foram encaminhados com a equipe da Guarda até a 1ª Central de Atendimento da Polícia Civil de Palmas para dar esclarecimentos sobre as denúncias na condição de informantes.

A Adapec informou que tomou conhecimento da denúncia e enviou uma equipe ao local, que constatou irregularidades. O proprietário do estabelecimento foi notificado e autuado, para que as medidas sanitárias fossem cumpridas, conforme está previsto na legislação.

Sobre as denúncias de maus-tratos, a Secretaria da Segurança Pública do Tocantins afirmou que a Delegacia Especializada na Repressão aos Crimes Contra o Meio Ambiente e Conflitos Agrários (DEMAG) concluiu o procedimento policial e enviou o caso para o Poder Judiciário ainda no mês de dezembro de 2023.

Justiça decide sobre rebanho que está agonizando de fome; entenda

Justiça decide sobre rebanho que está agonizando de fome; entenda

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui