Três PMs são presos suspeitos de assassinar músico que estava desaparecido

0
39
tres-pms-sao-presos-suspeitos-de-assassinar-musico-que-estava-desaparecido
Três PMs são presos suspeitos de assassinar músico que estava desaparecido

Três policiais militares de Guaraí foram presos nesta sexta-feira (1º) suspeitos de assassinar o músico Joan Braga dos Reis, de 33 anos. De acordo com a Polícia Civil, o crime aconteceu em Guaraí, em abril deste ano. Os PMs são suspeitos também de abandonarem o corpo de Joan às margens da BR-235.

Os nomes dos policiais presos não foram divulgados, por isso não foi possível localizar a defesa. A Polícia Militar informou que eles estão à disposição da Justiça e que também apura a conduta dos militares. (Veja nota completa abaixo)

As investigações da Polícia Civil apontaram que Joan tinha saído de Luzimangues, distrito de Porto Nacional, para visitar a família em Centenário. Quando ele estava em Guaraí teve um surto psicótico, por causa das sequelas de um acidente que tinha sofrido. Ele não tinha passagens pela polícia.

Sede do 7º BPM em Guaraí — Foto: Ascom 7º BPM/Divulgação

O músico foi visto vagando pela cidade entrando em carros que encontrava abertos. Ele teria provocado pequenos estragos em um dos veículos enquanto tentava ligá-lo e foi abordado por PM aposentado que acionou os policiais do 7º Batalhão da Polícia Militar de Guaraí. Depois disso o homem desapareceu.

O corpo de Joan foi encontrado cinco dias depois em avançado estado de decomposição, às margens da BR-153 entre as cidades de Guaraí e Tabocão. De acordo com a 5ª Divisão Especializada de Repressão ao Crime Organizado as investigações “definiram a materialidade, autoria e circunstâncias dos delitos, apontando a ação dos militares na morte de Joan, bem como a ocultação do cadáver e em ações que visavam afastar suas responsabilidades sobre os crimes.”

Os policiais estão presos preventivamente no Comando da Polícia Militar de Guaraí e vão responder por homicídio doloso qualificado, ocultação de cadáver e fraude processual.

O que diz a PM

A Polícia Militar do Tocantins esclarece que acompanhou e prestou apoio às investigações que culminaram no indiciamento e prisão de três policiais militares na manhã desta sexta-feira, pelo homicídio de Joan Braga dos Reis. Os policiais encontram-se à disposição da justiça, em uma unidade da Polícia Militar.

Os policiais indiciados, ao tomarem conhecimento do Mandado de Prisão, por meio de seus advogados, prontamente apresentaram-se ao Comando da Unidade onde encontram-se lotados, a qual também apura procedimento sobre a conduta dos policiais envolvidos.

A Polícia Militar reafirma à sociedade seu compromisso com a legalidade e imparcialidade no exercício de sua nobre função pública.

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui