Crise climática expõe trabalhadores a riscos adicionais de saúde, aponta OIT

0
11
crise-climatica-expoe-trabalhadores-a-riscos-adicionais-de-saude,-aponta-oit
Crise climática expõe trabalhadores a riscos adicionais de saúde, aponta OIT

Mais de 70% da força de trabalho mundial está exposta a riscos de saúde relacionados às mudanças climáticas, como calor excessivo e poluição do ar. 

Um levantamento inédito divulgado nesta 2ª feira (22/4) pela Organização Internacional do Trabalho (OIT) mostrou como a força global de trabalho está cada vez mais vulnerável a riscos de saúde decorrentes da mudança do clima e do clima extremo. Um dado chamou a atenção: de acordo com a entidade, mais de 70% dos trabalhadores ao redor do mundo já podem estar sofrendo com os efeitos da crise climática.

Segundo a OIT, cerca de 2,4 bilhões de trabalhadores – de um universo de 3,4 bilhões – em todo o mundo já estão sendo prejudicados pela mudança do clima, em especial pelo calor excessivo. Os trabalhadores mais expostos são aqueles que fazem jornadas prolongadas de trabalho ao ar livre, como lavradores e operários da construção civil, e que trabalham em ambientes abafados ou mal ventilados, especialmente nas fábricas.

O calor excessivo também se reflete em um número maior de lesões ocupacionais. De acordo com o levantamento, a cada ano são reportadas cerca de 23 milhões de lesões ocupacionais atribuídas às altas temperaturas, com um custo estimado de quase 19 mil vidas. Outro problema são os trabalhadores com doença renal crônica associada ao estresse térmico, estimados em mais de 26,2 milhões de pessoas.

“É evidente que as mudanças climáticas já estão criando riscos adicionais significativos para a saúde dos trabalhadores”, afirmou Manak Azzi, chefe da equipe de segurança e saúde no trabalho da OIT. “Precisamos prestar atenção a esses avisos. As considerações de segurança e saúde no trabalho devem se tornar parte da nossa resposta à crise climática, tanto nas políticas como nas ações”.

Associated Press, Bloomberg, Euronews e Reuters abordaram essas informações. Já na imprensa brasileira, a notícia foi destacada por Agência Brasil, Folha e O Globo, entre outros.

__________

ClimaInfo, 23 de abril de 2024.

Clique aqui para receber em seu e-mail a Newsletter diária completa do ClimaInfo.

Você também pode se interessar

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui