El Niño intensificou aumento do nível do mar em 2023, diz NASA 

0
6
el-nino-intensificou-aumento-do-nivel-do-mar-em-2023,-diz-nasa 
El Niño intensificou aumento do nível do mar em 2023, diz NASA 

Nível médio global do mar aumentou 0,76 centímetros entre 2022 e 2023, salto relativamente grande causado principalmente pelo clima mais quente e o El Niño.

Um conjunto de dados de longo prazo sobre o nível do mar analisados pela NASA mostra que a superfície oceânica vem subindo cada vez mais rapidamente ao longo de décadas de observações. E no ano passado a análise registrou um número impressionante.

O nível médio global do mar aumentou cerca de 0,76 centímetros entre 2022 e 2023, quase quatro vezes mais do que a elevação registrada entre 2021 e 2022, informa a Folha. O salto relativamente grande é creditado principalmente ao clima mais quente, devido às mudanças climáticas, e ao El Niño.

Os dados da NASA mostram que o nível médio global do mar aumentou cerca de 9,4 centímetros desde 1993. A taxa desse aumento também acelerou, mais do que dobrando de 0,18 cm por ano em 1993 para a taxa atual, de 0,42 cm anuais. Somente o aumento do ano passado equivale a drenar no oceano um quarto do Lago Superior, o maior dos cinco Grandes Lagos, localizados na fronteira entre Estados Unidos e Canadá.

“As taxas atuais de aceleração significam que estamos a caminho de adicionar outros 20 cm ao nível médio global do mar até 2050”, disse Nadya Vinogradova Shiffer, diretora da equipe de alteração do nível do mar da NASA e do programa de física oceânica em Washington. Isso representaria o dobro das mudanças nas próximas três décadas em comparação com o século anterior, apontou, o que tornará as inundações muito mais frequentes e catastróficas do que atualmente, destacam Le Monde, Correio Braziliense e France24.

A análise liderada pela NASA é baseada em um conjunto de dados sobre o nível do mar com mais de 30 anos de observações por satélite, iniciado com a missão TOPEX/Poseidon, uma colaboração entre EUA e França, que foi lançada em 1992. A missão Sentinel-6 Michael Freilich, lançada em novembro de 2020, é a mais recente da série de satélites que contribuíram para o atual registro do nível do mar.

ClimaInfo, 27 de março de 2024.

Clique aqui para receber em seu e-mail a Newsletter diária completa do ClimaInfo.

Você também pode se interessar

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui