PM afirma que é perigoso reagir a assalto e cita jovem que lutou com criminoso:

0
8
pm-afirma-que-e-perigoso-reagir-a-assalto-e-cita-jovem-que-lutou-com-criminoso:
PM afirma que é perigoso reagir a assalto e cita jovem que lutou com criminoso:

“Foi a sorte. Não se sabe o que motivou ele a ter tamanha coragem e ousadia de enfrentar um bandido armado com arma de fogo. A gente diria que foi uma atitude inconsequente, ele não deveria ter agido dessa forma”, disse o porta-voz da Polícia Militar, major Marcos Morais.

O crime aconteceu na última segunda-feira (18), quando dois criminosos invadiram uma casa em Paraíso. O filho do dono da casa, tinha saído para verificar barulhos no quintal e acabou sendo surpreendido por um dos suspeitos, momento em que reagiu e começou a lutar com o criminoso. (Veja o vídeo abaixo)

Câmera de segurança registrou momento em que jovem reagiu a assalto

Câmera de segurança registrou momento em que jovem reagiu a assalto

Segundo a Polícia Civil, a arma usada por um dos assaltantes chegou a falhar algumas vezes enquanto atirava. Nesses casos, a polícia pede para que as vítimas não tentem avaliar se o objeto que o criminoso carrega é perigo ou não.

“A gente aproveita para lembrar a todos que não cabe a vítima avaliar se a arma é de verdade ou não. Tivemos um caso na segunda-feira de um assalto com uma arma falsa, mas não cabe as vítimas avaliarem isso. O indivíduo que estava em situação de vítima tem que ter consciência que a situação é de risco e jamais poderia agir daquela forma”, explicou o major.

Depois de alguns segundos de luta, a vítima se rendeu. Segundo a SSP, o outro criminoso entrou na casa, rendeu o proprietário, sua esposa e mais duas crianças. O assaltante fez um disparo e acabou atingindo o dono da casa no antebraço. Depois de render as vítimas, os criminosos fugiram levando objetos, celulares e mais de R$ 10 mil em espécie.

Criminoso fez disparos contra a vítima — Foto: Reprodução

A PM ainda reforça que durante um assalto, as vítimas precisam manter a calma e não tentar negociar com o criminoso.

“Acontecendo uma situação dessa, de forma abrupta, a orientação é ter cautela, manter a calma o máximo possível, deixar a pessoa levar o que ela quiser levar e depois a gente [polícia] vai recuperar. Estando em desvantagem, a vítima não está em condição de negociar. As medidas podem ser tomadas depois que o assaltante sai do local. Daí tudo bem, chama a polícia, os vizinhos. Na dúvida não reaja”, disse major Marcos.

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui