O que se sabe do julgamento de 15 réus por fuga em massa de presídio

0
6
o-que-se-sabe-do-julgamento-de-15-reus-por-fuga-em-massa-de-presidio
O que se sabe do julgamento de 15 réus por fuga em massa de presídio

O julgamento de 15 detentos envolvidos na fuga do presídio Barra da Grota completa uma semana nesta terça-feira (19). Segundo o Ministério Público, até o momento foram ouvidas 56 pessoas, entre testemunhas, vítimas e réus. Veja o que se sabe sobre o caso até o momento.

Quando aconteceu a fuga?

No dia 2 de outubro de 2018, 28 presos fugiram do presídio Barra da Grota, em Araguaína. A rebelião deu início por volta das 14h40 na Escola Estadual Sonho da Liberdade, que funciona na unidade prisional. No dia, por volta das 16h, os presos saíram do presídio em grupo e entraram em uma área de mata levando reféns.

Houve mortos e feridos?

Seis pessoas foram feitas reféns, sendo que quatro ficaram feridos e foram deixados pelos criminosos. Uma professora e o chefe de plantão da unidade também foram feitos de reféns. Entre os fugitivos, nove foram mortos em confronto com a polícia e 19 foram presos.

Algum réu foi julgado?

Segundo o Ministério Público, o processo original foi desmembrado após pedido da Defensoria Pública e um advogado de defesa e os outros réus estão sendo julgados neste mês de março de 2024.

Réus são ouvidos em julgamento sobre a fuga no presídio Barra da Grota, em Araguaína — Foto: Reprodução/MPTO

Quantos são julgados nesse novo julgamento?

Desta vez 15 presos são julgados em Araguaína. Segundo o Ministério, até agora foram ouvidas 56 pessoas, sendo testemunhas, vítimas e réus. O julgamento começou no dia 11 de março deste ano.

Fazem a acusação desse caso os promotores do Ministério Públicos: Daniel José de Oliveira Almeida, Breno de Oliveira Simonassi e André Henrique Oliveira Leite.

Eles respondem por quais crimes?

Segundo o Tribunal de Justiça, um réu responde por tentativa de homicídio e os outros por associação criminosa, fuga de presídio mediante violência, latrocínio, roubo, sequestro e cárcere privado.

Fuga aconteceu no presídio Barra da Grota — Foto: Seciju/Divulgação

Até quando deve ir o julgamento?

A previsão é de que nesta terça-feira (19), comece a votação dos jurados pela condenação ou absolvição individual de cada réu. Segundo o promotor de acusação André Henrique, o júri deve ser estendido até a sexta-feira (22) devido à votação e leitura das sentenças.

“Pela quantidade de quesitos, de réus e de imputações a previsão que nós fazemos é de que de que essa parte [votação] dure cerca de três dias. São 21 quesitos relacionados a cada réu. Como é uma parte complexa e importante ela deve ser feita com muita calma. No último dia, será lida a sentença e acreditamos que o júri se estenda até sexta-feira”, comentou.

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui