Justiça solta mecânico suspeito de colocar fogo em casa com mulher e filhos dentro após término

0
7
justica-solta-mecanico-suspeito-de-colocar-fogo-em-casa-com-mulher-e-filhos-dentro-apos-termino
Justiça solta mecânico suspeito de colocar fogo em casa com mulher e filhos dentro após término

O suspeito, conhecido como “Caboclo”, não aceitava o fim do relacionamento com a ex-companheira. Durante a noite ele foi até a casa dela, desligou o padrão de energia, a ameaçou e colocou fogo no telhado da casa.

A situação ocorreu no povoado Morro Grande, em Barra do Ouro. No momento, a vítima estava dentro de casa com quatro filhos e um sobrinho. Ao perceber o fogo, pegou os filhos, correu e pediu ajuda aos vizinhos, que ajudaram a apagar as chamas.

O documento que concede liberdade provisória, a que o Jornal do Tocantins teve acesso, é assinado pela juíza Cirlene Maria de Assis Santos Oliveira, que também aplicou medidas cautelares diversas da prisão.

Para a juíza, embora haja indício de que o mecânico possa ter praticado o crime, “não há elementos nos autos que demonstrem algum perigo gerado pelo estado de liberdade do conduzido”.

A juíza também entendeu que não há outros “elementos” que indiquem que o mecânico voltará a cometer infrações penais ao ser colocado em liberdade. Ele não responde a processos criminais atualmente.

“Entendo que o deferimento de medidas protetivas de urgência garantirá a preservação das integridades física e psicológica da vítima, notadamente a imposição de que o ora flagrado dela não se aproxime”, disse a juíza.

O mecânico está impedido de ingerir álcool e de frequentar locais que comercializem; não poderá mudar de endereço sem comunicar o juízo e deve comparecer a todos os atos processuais quando for intimado. Caso descumpra, a Justiça poderá decretar a prisão preventiva.

Homem é preso por colocar fogo na casa de ex-companheira

Homem é preso por colocar fogo na casa de ex-companheira

Entenda

O incêndio foi registrado no povoado Morro Grande, em Barra do Ouro, no fim da noite de segunda-feira (12). O suspeito foi preso pela Polícia Militar na tarde de quarta-feira (13), após ser encontrado em um bar fazendo ameaças à ex-mulher.

Ele teria usado um isqueiro para colocar fogo.

“Ele continuou chamando e falou: “Vai responder não né?”. Aí foi lá no padrão e desligou a energia. Fiquei paralisada e escutei o isqueiro. Pensei que ia fumar um cigarro, mas quando olho para o teto da casa estava uma fumaceira”, contou a vítima à polícia.

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui