Indígena de 11 anos desaparece na Ilha do Bananal e bombeiros usam drones nas buscas

0
27
indigena-de-11-anos-desaparece-na-ilha-do-bananal-e-bombeiros-usam-drones-nas-buscas
Indígena de 11 anos desaparece na Ilha do Bananal e bombeiros usam drones nas buscas

Criança foi vista pela última vez na tarde de domingo (21), por volta das 13h. Moradores da aldeia andaram pela mata à noite para tentar encontrar menino.


Grupo de operações especiais auxiliam na procura de indígena desaparecido; saiba mais

Grupo de operações especiais auxiliam na procura de indígena desaparecido; saiba mais

Um menino de 11 anos desapareceu da aldeia Macaúba, na Ilha do Bananal e equipes dos bombeiros, com apoio da Polícia Militar (PM) se deslocaram para a região para ações de busca. O menino não é visto desde domingo (21) e as equipes vão usar drones para mapear região.

Os bombeiros foram informados de que a criança foi vista pela última vez andando pela mata, por volta das 13h. Durante a noite, indígenas moradores da aldeia fizeram buscas pela mata, mas não conseguiram encontrar o menino.

Aldeia Macaúba, na Ilha do Bananal — Foto: Ana Paula Rehbein/TV Anhanguera

Após o registro do desaparecimento, equipes do Grupamento Aéreo da Polícia Militar em apoio ao Grupo de Resgate do Bombeiro saíram do Aeroporto de Palmas na tarde desta segunda-feira (22) com destino à cidade de SantaTerezinha, no Mato Grosso, que fica mais próxima da aldeia.

De acordo com o tenente-coronel Nilton Rodrigues dos Santos, as equipes vão fazer buscas por terra e terão a ajuda de drones para tentar encontrar a criança.

A procura partirá do local onde ele foi visto pela última vez, fazendo uma dimensão de distância que o menino poderia ter percorrido levando em consideração idade, porte físico e condições de locomoção.

Até a tarde desta segunda-feira a criança não havia sido encontrada.

Moradores da aldeia fizeram buscas durante a noite — Foto: Reprodução

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui