Polícia Federal prende 5º suspeito pelas mortes de Bruno Pereira e Dom Phillips

0
24
policia-federal-prende-5o-suspeito-pelas-mortes-de-bruno-pereira-e-dom-phillips
Polícia Federal prende 5º suspeito pelas mortes de Bruno Pereira e Dom Phillips

Classificado como o “principal comparsa” do mandante dos crimes, o suspeito foi preso pela Polícia Federal em Tabatinga, no Amazonas, na última 5ª feira (18/1).

A Polícia Federal informou a prisão de um homem suspeito de envolvimento com os assassinatos do indigenista Bruno Pereira e do jornalista Dom Phillips no Vale do Javari, ocorridos em junho de 2022. A prisão atendeu a um mandado expedido pela 1ª Vara Criminal de Tabatinga (AM), onde o inquérito está instalado.

De acordo com a PF, o suspeito – que não teve seu nome revelado, mas que O Globo informou se tratar do pescador Jânio Freitas de Souza – é considerado como o “principal comparsa” de Ruben Dario Villar, vulgo “Colômbia”, apontado como mandante dos crimes. A motivação para as mortes seria a atuação de Bruno Pereira contra pescadores ilegais que operam na Terra Indígena do Vale do Javari.

Para os investigadores da PF, Jânio foi quem avisou os assassinos sobre a presença de Bruno em uma comunidade no rio Itaquaí. A partir do alerta, o grupo fez uma emboscada contra o barco do indigenista, assassinando-o junto com Dom Phillips, que o acompanhou na viagem. Os criminosos também queimaram e desmembraram os corpos, enterrando-os em uma área próxima ao rio.

Além de Colômbia e Jânio, outras três pessoas seguem presas e aguardam julgamento por envolvimento no crime: Amarildo da Costa Oliveira, o “Pelado”; Jefferson Lima, o “Pelado da Dinha”; e Oseney de Oliveira, o “Dos Santos”.

Em dezembro passado, a PF também confirmou a prisão de outro homem, que seria um segurança de Colômbia. Ele foi detido em flagrante por porte ilegal de arma de fogo durante o cumprimento de um mandado de busca e apreensão em Benjamin Constant (AM) referente à investigação sobre as mortes de Bruno e Dom. Ao menos até o momento, essa pessoa não foi acusada de envolvimento direto no caso.

Agência Brasil, CNN Brasil, Correio Braziliense, g1, Metrópoles, Valor e VEJA, entre outros, repercutiram a notícia.

ClimaInfo, 22 de janeiro de 2024.

Clique aqui para receber em seu e-mail a Newsletter diária completa do ClimaInfo.

Você também pode se interessar

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui