Demanda global por petróleo deve subir em 2025, prevê OPEP

0
29
demanda-global-por-petroleo-deve-subir-em-2025,-preve-opep
Demanda global por petróleo deve subir em 2025, prevê OPEP

Cartel de países exportadores de petróleo prevê abrandamento do ritmo de crescimento da demanda por petróleo em 2025 e contesta perspectiva de “pico” nesta década.

A Organização dos Países Exportadores de Petróleo (OPEP) divulgou suas projeções para o mercado internacional de petróleo em 2025. Por um lado, a expectativa é de que a demanda por combustíveis fósseis siga aumentando neste ano; por outro, o ritmo desse crescimento deve diminuir em comparação com os últimos anos.

Segundo a OPEP, a demanda deve crescer cerca de 1,8 milhão de barris por dia (bpd) no próximo ano, número inferior aos 2,2 milhões de bpd esperados para 2024. O cartel também prevê uma expansão da oferta de 1,3 milhão de bpd, o que significa que os mercados petrolíferos deverão permanecer em déficit até o final de 2025.

Esse cenário deixa os países exportadores, liderados pela Arábia Saudita, em uma posição privilegiada para influenciar os preços internacionais. Isso porque o cartel já concordou em realizar novos cortes na produção ao longo de 2024, de forma a manter os preços altos no mercado global.

Essa posição também dá fôlego à OPEP para contestar análises recentes que apontam para um possível pico da demanda global por petróleo até o final dos anos 2020. Em artigo divulgado nesta 4ª feira (17/1), o secretário-geral da entidade, Haitham Al-Ghais, minimizou essa possibilidade, classificando-a como uma ilusão.

“Repetidas vezes, o petróleo desafiou as expectativas em relação aos picos. A lógica e a história sugerem que continuará a fazê-lo”, argumentou o chefe da OPEP, ignorando – ou desafiando – as recomendações da ciência climática e a decisão recente dos países na COP28 de Dubai na qual se comprometeram a “se distanciar dos combustíveis fósseis”.

As projeções da OPEP foram abordadas por Bloomberg, Oil Price, Valor, Reuters e Wall Street Journal, entre outros veículos.

ClimaInfo, 18 de janeiro de 2024.

Clique aqui para receber em seu e-mail a Newsletter diária completa do ClimaInfo.

Você também pode se interessar

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui