Professora que se dedica a ações solidárias diz que fazer o bem a ajudou na luta contra depressão:

0
33
professora-que-se-dedica-a-acoes-solidarias-diz-que-fazer-o-bem-a-ajudou-na-luta-contra-depressao:
Professora que se dedica a ações solidárias diz que fazer o bem a ajudou na luta contra depressão:

Ajudar quem precisa. Esse é o lema de vida da professora de matemática, Jordana Monturil Logrado, de 27 anos. Natural de Paraíso do Tocantins, há 17 anos ela anda pelas ruas da cidade entregando alimentos a moradores de rua e animais abandonados. Apesar de ajudar o próximo, as ações solidárias também auxiliaram Jordana, que venceu a depressão.

“Quando eu fui procurar ajuda já estava muito mais avançado do que eu imaginava. Gostava de me arrumar, de sair, porém eu não queria mais ver ninguém”.

Em 2021, Jordana teve que enfretar uma doença para continuar com as ações. Nesse período, a professora pensou em parar com a entrega dos alimentos, após ser diagnosticada. No ano passado, a doença agravou, momento em que a professora decidiu buscar ajuda. Ela conta que além do apoio médico, realizar as ações na cidade contribuíram para que ela resgatasse a ‘Jordana sorridente’.

“No ano passado eu cheguei a pensar em parar com as ações, por causa da depressão, porque eu me achava o tempo todo inútil. A gente na verdade não quer acreditar que está depressivo, né? Hoje venci a depressão. Estou me reencontrando, depois de dias e dias entre a parede e a cama, hoje eu estou reencontrando a Jordana, a que sempre gostou se fazer as ações, ser sorridente e alegre”, explicou a professora.

Professora realiza entrega de alimentos à moradores de rua em Paraíso — Foto: Reprodução

As entregas de comidas acontecem duas vezes por mês. A professora conta que fazer essas ações é a sua missão na terra.

“A gente sai entregando a alimentação para os moradores de rua e para os animais também. São regras na minha vida, é algo estabelecido. Deus sempre abençoa minha vida para eu poder cumprir essa minha missão na terra. Porque servir ao próximo eu faço com muito amor, não é uma obrigação, é um desejo. Eu me sinto muito mais realizada em ajudar do que ser ajudada. É algo gratificante, não tem nada no mundo que consiga pagar isso”.

Ações e sonhos

Professora (de preto e vermelho no canto esquedo da imagem) realiza ações sociais em Paraíso com o apoio da família e amigos — Foto: Reprodução/Jordana Monturil

Jordana trabalha na rede estadual de educação de Paraíso há sete anos. Além de entregar os alimentos, a professora também reserva um tempinho especial para promover ações para crianças do setor Nova Esperança, Pouso Alegre e Vila Regina.

Na páscoa, ela e a irmã se reúnem para a produção de cerca de 400 ovos de chocolate. Já no final do ano, a paraisense faz uma festa de Dia das Crianças com direito a pula-pula, doces e cachorro-quente. Para essas ações, ela conta com apoio de amigos e familiares que fazem as doações.

Neste final de ano, a professora também deve realizar um ‘sopão’ para moradores em situação de vulnerabilidade social dos setores Vila Regina e Jardim América.

Além de todas essas ações, Jordana também tem um grande sonho: criar uma ONG, para ajudar crianças, mas principalmente os idosos.

“Os idosos estão chegando na reta final da vida e muitas vezes são esquecidos. A pessoa contribuiu demais para a vida e muitas vezes a gente não ouve os idosos. Ouvir esses idosos é uma aprendizagem enorme sobre a vida”.

Reconhecimento

Jordana foi homenageada pelas ações solidárias realizadas em Paraíso — Foto: Reprodução/redes sociais/Jordana Monturil

Neste mês, a professora recebeu uma moção de aplausos pelas ações que vem realizando ao longo dos anos em Paraíso do Tocantins. O evento promovido pela Câmara Municipal de Paraíso, reazalido no dia 7 foi “em reconhecimento aos seus relevantes serviços prestados ao desenvolvimentos humano”.

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui