Operação fecha rinha, encontra galos machucados e apreende drogas e mais de R$ 3,5 mil em dinheiro

0
34
operacao-fecha-rinha,-encontra-galos-machucados-e-apreende-drogas-e-mais-de-r$-3,5-mil-em-dinheiro
Operação fecha rinha, encontra galos machucados e apreende drogas e mais de R$ 3,5 mil em dinheiro

Equipes da Polícia Civil e Polícia Penal cumpriram mandados em casa localizada em Silvanópolis. Um homem foi detido e um adolescente apreendido.


Galos estavam feridos e presos em local onde eram promovidas rinhas — Foto: Divulgação/Polícia Civil

Uma operação realizada na manhã desta sexta-feira (22) localizou uma casa em que eram realizadas rinhas de galo e outros crimes como tráfico de drogas. Equipes policiais encontraram galos machucados, mais de R$ 3,5 mil em espécie, além de porções de maconha e outros itens usados no espaço.

De acordo com a Polícia Civil, o local era investigado por suspeita de promover as rinhas, que são proibidas por lei em todo o território nacional por constituir a luta de animais, além da venda de entorpecentes.

Um homem de 36 anos estava na casa na hora que a equipe chegou acabou sendo detido e conduzido até a delegacia da cidade. Um adolescente também estava na casa e foi apreendido e autuado por uso de drogas.

Animais tinham sinais de maus-tratos — Foto: Divulgação/Polícia Civil

Nas imagens feitas pelas equipes policiais, é possível ver que os animais ficavam presos em gaiolas e havia sinais de maus-tratos. Também havia uma espécie de ringue, onde os animais eram colocados para brigarem.

O cumprimento dos mandados aconteceu com apoio das delegacias de Porto Nacional, da 7ª Divisão De Combate ao Crime Organizado (DEIC – Porto) e do Núcleo de Operações com Cães (NOC) da Polícia Penal.

O delegado Diogo Fonseca da Silveira, responsável pelo caso, afirmou que as investigações terão andamento para descobrir a origem do dinheiro e se há mais pessoas envolvidas com os crimes apurados no imóvel onde aconteceram as buscas.

Celulares, dinheiro em espécie e outros objetos apreendidos — Foto: Divulgação/Polícia Civil

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui