Jovem com doença de Crohn perde 16 quilos em um mês e morre após cirurgia para retirar parte do intestino

0
33
jovem-com-doenca-de-crohn-perde-16-quilos-em-um-mes-e-morre-apos-cirurgia-para-retirar-parte-do-intestino
Jovem com doença de Crohn perde 16 quilos em um mês e morre após cirurgia para retirar parte do intestino

Aos 32 anos, o servidor público Iago Matos Silva morreu após lutar contra uma doença autoimune pouco conhecida: a doença de Crohn. Ao longo dos últimos anos, o jovem passou por quatro cirurgias, perdeu boa parte dos intestinos grosso e delgado e lutou para aproveitar a vida com a família e amigos. Neste ano, chegou a perder 16 kg em um mês. Foi submetido a um procedimento cirúrgico no Hospital Geral de Palmas e acabou não resistindo.

A Doença de Crohn é uma doença inflamatória do trato gastrointestinal. Ela afeta predominantemente a parte inferior do intestino delgado e intestino grosso, mas pode afetar qualquer parte do trato gastrointestinal. A doença é crônica e provavelmente provocada por desregulação do sistema imunológico, ou seja, do sistema de defesa do organismo.

Iago atuou na Diretoria de Comissões da Câmara Municipal de Palmas. O último trabalho foi como servidor contratado da Secretaria Estadual da Educação. Em nota, a Câmara lamentou a morte e informou que o servidor deixou um legado de dedicação, profissionalismo e competência. “Por meio de seu presidente, vereador Folha, esta Casa expressa condolências aos familiares e amigos nesse momento de perda e dor. Que Deus possa confortar o coração de todos”.

Iago Matos morreu aos 32 anos, em Palmas — Foto: Arquivo Pessoal

A tia de Iago, Simone Matos da Silva, conversou com o g1, um dia após enterrar o sobrinho. Com lágrimas nos olhos, ela relatou que aos 15 anos, o corpo de Iago começou a apresentar os primeiros sintomas.

“Aos 15 anos, ele começou a passar mal. A mãe sempre o levava para o hospital, a princípio seria apenas uma úlcera. Depois dos 15 anos, foram várias internações, ele fez cirurgias, precisou retirar quase metade do intestino”.

Aos 17 anos, veio o diagnóstico: a doença de Crohn. Na época, a família ainda tentava entender o que era a doença autoimune que provocava crises e reações graves no corpo do jovem Iago, como vômitos, diarreia e perda de peso.

Iago Matos gostava de viajar e se aventurar — Foto: Arquivo Pessoal

Ao longo dos anos, o jovem buscou tratamento, adequou a alimentação, começou a fazer exercícios físicos e foi tentando conviver com a doença.

“Ele estava malhando, tomando injeção, fazendo uma nutrição específica. Dentro disso, vivia a vida, trabalhava, viajava, sofria com as dores, mas vivia. Como ele não tinha parte do intestino, não engordava. A gente falava: ‘Iago, queríamos dar um pouco de banha para você’. Ele dizia: ‘Era tudo o que eu queria’. Em julho deste ano, ele passou muito mal, chegou a perder 16 kg em um mês”.

O quadro se agravou e o jovem precisou passar por uma cirurgia em novembro deste ano, no Hospital Geral de Palmas. Segundo os familiares, os médicos avisaram que a cirurgia era grave e seria arriscada. Depois do procedimento, Iago ficou com uma pequena parte do intestino.

Iago Matos morreu em tratamento contra doença de Crohn — Foto: Arquivo Pessoal

O procedimento foi realizado no dia 19 de novembro. A família pensou que seria mais uma cirurgia e que Iago venceria mais essa etapa do tratamento. No entanto, houve complicações e outros órgãos foram comprometidos.

“Ele ficou na UTI, foi intubado. Após a cirurgia, houve infecção e comprometeu pulmão e rins. Antes da morte, sofreu parada cardíaca, fez diálise, mas não teve mais êxito. Ele não respondia mais e morreu no domingo”, finalizou Simone.

O corpo de Iago foi enterrado nesta segunda-feira (18), em Palmas.

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui