Suspeito denunciado por violência doméstica agride policial ao saber que seria preso por roubo

0
43
suspeito-denunciado-por-violencia-domestica-agride-policial-ao-saber-que-seria-preso-por-roubo
Suspeito denunciado por violência doméstica agride policial ao saber que seria preso por roubo

Primo da companheira do homem informou a polícia sobre as agressões e policiais descobriram que ele estava foragido desde 2019. Caso aconteceu em Dianópolis.


Prisão de suspeito aconteceu em Dianópolis — Foto: Reprodução/TV Anhanguera

Um homem foi denunciado em Dianópolis, no sudeste do estado, por suspeita de agredir a companheira. Mas ao descobrir que era considerado foragido por ter mandado de prisão em aberto em seu nome pelo crime de roubo, o suspeito agrediu um agente e precisou ser imobilizado.

A prisão foi possível depois que o primo da vítima foi até a 14ª Central de Atendimento para relatar a situação de violência doméstica, na sexta-feira (15). A Polícia Civil informou que uma equipe foi até o endereço indicado pelo primo e a mulher confirmou as agressões.

Ao puxar a ficha do homem, a equipe foi informada de um mandado de prisão relacionado a um crime de roubo cometido em Porto Alegre do Tocantins em 2019. Segundo a Polícia Civil, o suspeito e um comparsa seriam os responsáveis pelo assalto a uma mulher. Eles estavam de moto e abordaram a vítima quando ela voltava para casa, exigindo a bolsa e o celular. Depois fugiram do local.

Os policiais o informaram do mandado de prisão em aberto pelo crime em 2019 e o suspeito reagiu à abordagem, partindo para cima da equipe.

Um dos policiais escoriações leves e precisou ir para o hospital para receber atendimento. Em seguida, conforme a Polícia Civil, o agente foi liberado.

Por não esta em situação de flagrante, o homem não foi preso pelo crime de violência doméstica. Mas ele foi autuado pelos crimes de lesão corporal e resistência à prisão e o mandado foi cumprido pelo delegado da 14ª Central de Atendimento da Polícia Civil.

A mulher foi acolhida e chegou a detalhar que sofria violência física e psicológica. O delegado plantonista representou por medidas protetivas de urgência em favor da vítima.

Despois de prestar depoimento, o suspeito foi recolhido à Unidade Penal Regional de Dianópolis e está à disposição da Justiça.

Deseja receber as notícias mais importantes em tempo real? Ative as notificações do G1!

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui