Paciente tem morte encefálica e doação de órgãos salva vida de pessoas em três estados

0
29
paciente-tem-morte-encefalica-e-doacao-de-orgaos-salva-vida-de-pessoas-em-tres-estados
Paciente tem morte encefálica e doação de órgãos salva vida de pessoas em três estados

A doação dos órgãos feita pela família do jovem vai mudar a vida de outros pacientes do Espírito Santo, Recife e no Tocantins.

Esta foi a 12ª ação de captação de múltiplos órgãos realizada em 2023, sendo a segunda apenas em dezembro. “Nosso agradecimento às famílias que foram favoráveis à doação. Diversas pessoas aguardam por um transplante e a doação é um ato de amor, empatia ao próximo”, disse a responsável pela Central de Transplante do Tocantins, Suziane Aguiar Crateús Vilela.

Para ser um doador de órgãos não é preciso deixar nenhum documento por escrito, mas é fundamental comunicar à família o desejo de doação. Os familiares serão responsáveis por autorizar ou não a doação.

“Eles disseram sim à vida, mesmo em um momento de perda, possibilitando uma nova chance de restaurar a saúde de outras pessoas por meio do transplante de órgão. É muito gratificante para nós da equipe que nos dedicamos incansavelmente a esta missão”, comentou o enfermeiro Vinicius Gonçalves Boaventura.

Captação de órgãos no Tocantins

O Tocantins possui uma Central de Transplantes (CETTO) credenciada pelo Ministério da Saúde desde 2012. Esse setor faz a gestão de todos os processos que envolvem doação e transplante no Tocantins.

A ação de captação dos órgãos é realizada de forma conjunta pelas equipes da CETTO e Banco de Olhos do Tocantins (Boto); com a Organização de Procura de Órgãos (OPO) e a Comissão Intra-Hospitalar de Doação de Órgãos e Tecidos para Transplantes (CIHDOTT).

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui