Nova onda de calor atinge o Brasil e temperaturas podem chegar a 40ºC

0
29
nova-onda-de-calor-atinge-o-brasil-e-temperaturas-podem-chegar-a-40oc
Nova onda de calor atinge o Brasil e temperaturas podem chegar a 40ºC

Ar quente ganha força e temperaturas máximas podem passar dos 40°C, inclusive no Rio Grande do Sul, que ainda não registrou calor intenso nesta primavera.

O maçarico vai ser aceso novamente no centro-sul do país a partir desta 5ª feira (14/12), com temperaturas chegando a 40°C em várias regiões no fim de semana. Embora a nova onda de calor prevista pelo Instituto Nacional de Meteorologia (INMET) deva ser menos intensa do que o forno registrado em novembro, os termômetros em alta vão ocorrer em áreas que até então não tinham registrado grande calor na primavera, como o Rio Grande do Sul.

Na 3ª feira (12/12), 15 estados mais o Distrito Federal foram colocados pelo INMET no nível laranja (perigo) para uma onda de calor que se aproxima, informa a CNN. A partir de hoje, as temperaturas devem aumentar até 5°C em relação à média, e o calorão deve permanecer até domingo.

Segundo o Climatempo, as temperaturas devem ficar de 3°C a 5°C mais quentes do que o padrão para esta época do ano em grande parte do país. Segundo o UOL, partes de Mato Grosso, Mato Grosso do Sul, Goiás, Tocantins, Maranhão, Piauí, Bahia, Minas Gerais, São Paulo e Paraná, além do Distrito Federal, são as áreas que aparecem em vermelho na projeção do Climatempo – o que significa termômetros mais de 5°C acima da média.

Já a área em laranja do Climatempo inclui Rio Grande do Sul, Santa Catarina, Paraná, São Paulo, Rio de Janeiro, Espírito Santo, Minas Gerais, Bahia, Pernambuco, Ceará, Piauí, Maranhão, Tocantins, Pará, Amazonas, Rondônia e Mato Grosso. Esses estados terão temperaturas entre 3°C a 5°C mais quentes durante os próximos dias, mas não por tanto tempo quanto nas áreas vermelhas.

Especificamente no Rio Grande do Sul, que vem sendo sistematicamente castigado por temporais nos últimos meses, uma massa de ar excepcionalmente quente vai cobrir o estado com calor potencialmente histórico e recorde em diversas cidades gaúchas. As altas temperaturas deverão ceder apenas na 2ª feira (18/12), com a chegada de uma frente fria e temporais, alguns severos e com danos, detalha o MetSul.

Os eventos climáticos extremos registrados no mês passado – a onda de calor que tomou conta da maior parte do país e as chuvas extremas na Região Sul – prejudicaram a colheita nas lavouras e elevaram os preços de alguns itens alimentícios em novembro, destaca o R7. Assim, o aumento no custo da alimentação respondeu por quase metade da inflação de 0,28% registrada mês passado pelo Índice Nacional de Preços ao Consumidor Amplo (IPCA), com uma contribuição de 0,13 ponto porcentual.

A mais nova onda de calor também foi noticiada por Canal Rural, Globo Rural, Terra, Agência Brasil e g1.

ClimaInfo, 14 de dezembro de 2023.

Clique aqui para receber em seu e-mail a Newsletter diária completa do ClimaInfo.

Você também pode se interessar

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui