Desastres climáticos causam perdas de R$ 28 bilhões no Sul

0
33
desastres-climaticos-causam-perdas-de-r$-28-bilhoes-no-sul
Desastres climáticos causam perdas de R$ 28 bilhões no Sul

Como o levantamento vai só até o início de novembro, os prejuízos devem ser maiores. E não inclui perdas econômicas como a redução da colheita.

Um levantamento da Confederação Nacional dos Municípios (CNM) mostra que os desastres climáticos já causaram prejuízos de R$ 28,2 bilhões ao agronegócio do sul do país neste ano. O valor inclui perdas com a seca no início de 2023 e as chuvas extremas dos últimos meses. Apenas no Rio Grande do Sul, a cifra chega a R$ 18,1 bilhões entre janeiro e novembro. Os danos com as enchentes, que ocorrem desde setembro, chegaram a R$ 8 bilhões, o que equivale a 40% das perdas que o agro da região sofreu com excesso de chuvas em dez anos. Segundo a CNM, entre 2013 e 2023, os prejuízos causados por enchentes nos três estados da região Sul chegaram a R$ 19,5 bilhões.

Como o levantamento foi feito somente até o início de novembro, os prejuízos com os eventos climáticos extremos devem ser maiores. Além disso, os dados da CNM levam em conta números informados pelos municípios que decretaram situação de emergência devido aos desastres climáticos. Assim, não inclui perdas econômicas como redução da colheita e da qualidade das lavouras de trigo devido aos problemas causados pelo excesso de umidade, explica o Valor.

O governo do Paraná estima que as perdas financeiras na agropecuária do estado, provocadas por chuvas torrenciais, temperaturas altas e fortes ventos, chegam a um valor preliminar de R$ 2,5 bilhões. Já Santa Catarina calcula que os eventos climáticos de outubro e novembro provocaram prejuízos de aproximadamente R$ 3 bilhões nas propriedades rurais catarinenses, detalha a Globo Rural.

Os extremos climáticos no Sul e no Centro-Oeste fizeram a Companhia Nacional de Abastecimento (CONAB) reduzir sua estimativa para a colheita de grãos e fibras no país em 2023/24. A indicação agora é de 312 milhões de toneladas, na comparação com a expectativa de 317 milhões no mês passado.

ClimaInfo, 14 de dezembro de 2023.

Clique aqui para receber em seu e-mail a Newsletter diária completa do ClimaInfo.

Você também pode se interessar

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui