Observatório europeu confirma 2023 como o ano mais quente da história

0
44
observatorio-europeu-confirma-2023-como-o-ano-mais-quente-da-historia
Observatório europeu confirma 2023 como o ano mais quente da história

A temperatura média global do período janeiro-novembro de 2023 foi 1,46ºC acima dos níveis pré-industriais, confirmou o observatório do clima Copernicus, da União Europeia.

O ano de 2023 ainda não acabou, mas já figura como o ano mais quente já registrado pela ciência. Depois da Organização Meteorológica Mundial (OMM) apontar para esse cenário, o observatório europeu Copernicus confirmou que a temperatura média registrada nos últimos 11 meses garante o recorde histórico de calor para 2023.

“Vitaminada” pelo fenômeno El Niño, a temperatura média do ar na superfície terrestre ficou em 14,22ºC em novembro, índice 0,85ºC acima da média para o mês no período 1991-2020 e 1,75ºC mais quente do que a média de novembro entre 1850 e 1900. A temperatura média em novembro de 2023 foi 0,32ºC superior àquela registrada no mesmo mês no ano passado. 

A temperatura média global de janeiro a novembro é 1,46ºC acima da média pré-industrial e 0,13ºC acima da média de onze meses para 2016, que mantinha até agora o recorde histórico como ano mais quente. Como agora, as temperaturas de 2016 também foram influenciadas pela ocorrência de um El Niño.

“As temperaturas extraordinárias de novembro em todo o mundo, incluindo dois dias mais quentes do que 2ºC acima [da média de temperatura] do período pré-industrial, significam que 2023 é o ano mais quente da história”, disse Samantha Burgess, diretora-adjunta do serviço de mudança climática do Copernicus, citada pela Folha.

“Enquanto as concentrações de gases de efeito estufa continuarem a aumentar, não podemos esperar resultados diferentes dos observados neste ano. As temperaturas continuarão a aumentar, assim como os efeitos das ondas de calor e das secas”, argumentou Carlo Buontempo, diretor do serviço climático de Copernicus, destacado por O Globo.

A notícia também foi abordada por CBS News, CNN, Estadão, Euronews e Independent, entre outros veículos.

ClimaInfo, 7 de dezembro de 2023.

Clique aqui para receber em seu e-mail a Newsletter diária completa do ClimaInfo.

Você também pode se interessar

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui