Irmã de mulher assassinada com facadas pede justiça e relembra bons momentos:

0
42
irma-de-mulher-assassinada-com-facadas-pede-justica-e-relembra-bons-momentos:
Irmã de mulher assassinada com facadas pede justiça e relembra bons momentos:

A violência que envolveu a morte de Daiane Borges dos Santos, de 36 anos, não vai ficar impune se depender da irmã dela, a cabeleireira Elenise Ferreira dos Santos, de 29 anos. Pelas redes sociais, ela pede justiça pelo caso da irmã e que o suspeito do crime, o namorado da vítima, seja preso.

O suspeito também teria tentado tirar a própria vida com uma corda e uma facada na região do tórax. Ele foi socorrido e levado para o hospital.

De acordo com Elenise, Daiane levou pelo menos oito cadeiradas do ex-companheiro quando estava dentro da casa, antes de ser esfaqueada. Inclusive, a vítima teria caído por cima de uma das filhas dela, de apenas 10 anos, e que presenciou toda a agressão.

Pelo suspeito também responder por outro homicídio, conforme confirmou a Polícia Militar (PM) no dia do crime, a família de Daiane tem medo do que pode acontecer.

“Senti muito medo e angústia, por esse fato dele ter ficado ileso, ninguém ter feito nada e acontecer com a minha irmã também e minha família ficar sem proteção. Como na hora”, contou Elenise.

Logo depois de ferir a vítima, o suspeito também se esfaqueou o foi levado para o hospital sob custódia da Polícia Civil. Por isso, a irmão não teve mais informações sobre o ex-cunhado.

“Daí para cá eu não sei mais se ele continua no hospital ou se foi preso. Não tenho mais notícias. E esse é meu grito de desespero. Ele tem que pagar sim, pelos atos que ele cometeu”, afirmou a irmã da vítima.

Ela contou ainda que o relacionamento de três anos deles teria acabado porque não era saudável e que ela já tinha o denunciado por outras agressões que sofreu.

Mulher batalhadora

Com a voz embargada ao conversar com o g1, a irmã lamentou muito a morte de Daiane, que segundo ela era uma pessoa querida por todos. Ela gravou vídeos que postou nas redes sociais falando da irmã e clamando por justiça nesse crime que envolveu violência doméstica.

“Daiane sempre lutou para criar os filhos, mulher guerreira. Mãe de família, sempre preocupada com o próximo, ajudando até quem ela sabia que não gostava dela sem motivo. Mulher humana, simples, nunca fez mal a ninguém”, relembrou.

Segundo ela, o suspeito cometeu o crime porque não aceitava o fim do relacionamento. Ele teria dado diversas facadas em Daiane, que atingiram o pescoço e outras partes do corpo.

O g1 pediu à Secretaria de Segurança Pública (SSP) informações sobre o suspeito, se segue hospitalizado ou já foi preso, e aguarda resposta.

Faca usada no assassinato de mulher em Silvanópolis — Foto: Divulgação

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui