Mais de 90 árvores são recolhidas após chuvas com ventos que chegaram a 100 km por hora em Palmas

0
42
mais-de-90-arvores-sao-recolhidas-apos-chuvas-com-ventos-que-chegaram-a-100-km-por-hora-em-palmas
Mais de 90 árvores são recolhidas após chuvas com ventos que chegaram a 100 km por hora em Palmas

Diversas ruas e avenidas ficaram debaixo d’água, causando contratempos no fim da tarde dos palmenses. População pode acionar a Seisp para recolhimentos de troncos e galhos.


Equipes da Seisp fazem o recolhimento de galhadas — Foto: Regiane Rocha/Secom Palmas

As chuvas fortes dos últimos dias, acompanhadas de ventos que chegaram até 100 km por hora, derrubaram 92 árvores em diversos pontos de Palmas. Os troncos e galhadas foram recolhidos pela Secretaria Municipal de Infraestrutura e Serviços Públicos (Seisp).

De acordo com a Energisa, concessionária responsável pelo serviço de energia elétrica, em apenas uma hora – entre 16h12 e 17h12 – foram registrados 7.345 raios no Tocantins. As galhadas e outros objetos arremessados na rede de energia também causaram quedas na transmissão, que foram restabelecidas ao longo da noite de terça-feira.

A Seisp informou que o centro de Palmas foi a região com maior queda de árvores de grande porte. Os troncos precisaram ser serrados para posterior recolhimento. Eles são levados para o ecoponto de galhadas, onde serão triturados e transformados em compostagem usada no Viveiro de Flores e Horto Florestal de Palmas.

Como solicitar a retirada

Caso a população queira solicitar a retirada de galhadas ou troncos de árvores, deve informar a Seisp o endereço e se há bloqueio de via pelo telefone (63) 3212-7426. A própria pasta afirmou que é preciso que sejam informados detalhes sobre o que os troncos ou galhos estão afetando para a priorização da retirada. O atendimento é das 7 às 13 horas.

Caso tenha atingido a rede elétrica, também é preciso avisar a Energisa, que fará a retirada com os procedimentos de segurança necessários para evitar choques elétricos.

A pasta também afirmou que a Defesa Civil Municipal pode ser consultada para avaliação de situações de risco pelo WhatsApp (63) 99242-3285.

Nos locais de onde as árvores caíram e foram retiradas, serão plantadas mudas nativas, de acordo com a Fundação Municipal de Meio Ambiente (FMA).

Deseja receber as notícias mais importantes em tempo real? Ative as notificações do G1!

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui