Clima extremo: tempestades na Austrália, neve e frio fora de época na Europa, China e EUA

0
27
clima-extremo:-tempestades-na-australia,-neve-e-frio-fora-de-epoca-na-europa,-china-e-eua
Clima extremo: tempestades na Austrália, neve e frio fora de época na Europa, China e EUA

Na Ucrânia, 10 pessoas morreram em tempestades de neve, após ventos e chuvas varrerem o país desde domingo, provocando cortes de energia e bloqueando estradas.

Ventos com força de furacão, nevascas e inundações atingiram partes do sul da Rússia, Ucrânia e Moldávia no fim de semana. Segundo as autoridades desses países, pelo menos 18 pessoas morreram, e quase 2 milhões ficaram sem energia elétrica. O evento climático foi apelidado de “tempestade  do século” pela mídia russa, segundo o France24.

Na Ucrânia, 10 pessoas morreram quando tempestades geladas de neve e chuva chegaram do Mar Negro, no sul do país, paralisando infraestruturas, bloqueando estradas e cortando a energia. A tempestade recorde sobrecarregou o serviço de resgate já bastante afetado desde a invasão russa, que já dura quase dois anos, segundo a Reuters e a Al Jazeera.

Na região de Odessa, no sul ucraniano, quase 2.500 pessoas foram resgatadas após a tempestade de neve, e 313 assentamentos na região ficaram sem energia devido ao mau tempo. Segundo o governador local, Oleh Kiper, 849 veículos foram rebocados, incluindo 24 ônibus e 17 ambulâncias, informa a Reuters.

O frio de inverno fora de época também atinge outros países da Europa. O Reino Unido está se preparando para a continuidade das temperaturas baixas em muitas áreas, com um potencial evento de neve até o final desta semana, relatam Guardian e BBC. Na Alemanha, autoridades do oeste do país pediram à população que fique em casa, alertando sobre o perigo de risco de morte, depois que uma onda de inverno deixou as estradas perigosas e provocou acidentes que deixaram duas pessoas mortas, de acordo com a Reuters.

Um frio invernal em pleno outono também afeta o nordeste da China, destaca a Reuters. Temperaturas abaixo de zero em algumas cidades deverão cair ainda mais, para níveis observados mais tipicamente em janeiro. Harbin, capital da província de Heilongjiang, preparava-se para temperaturas de -25ºC.

Uma onda de frio atípica também tomou conta de parte significativa dos Estados Unidos. O ar mais frio está soprando nos Centro, Leste e Sul dos EUA, fazendo com que as temperaturas despenquem para níveis de meados do inverno desde o meio-oeste até a Flórida, afirma o USA Today. Ao todo, cerca de 100 milhões de estadunidenses estão enfrentando a onda de frio.

Já na Austrália, que espera a chegada do verão, fortes tempestades no sul do país danificaram casas e deixaram milhares de pessoas sem energia, com o mau tempo também causando o colapso de um canteiro de obras que supostamente feriu uma mãe e um bebê, informa a ABC. Em Adelaide, casas foram inundadas por água que atravessava as estradas e os telhados, enquanto rajadas de vento de 72 km/h foram registradas no aeroporto da cidade, detalha o Guardian.

Os fenômenos climáticos Europeus, Chineses e Australianos também foram noticiados por BBC, Independent, CNBC, AP, Reuters e ABC.

ClimaInfo, 30 de novembro de 2023.

Clique aqui para receber em seu e-mail a Newsletter diária completa do ClimaInfo.

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui