Suspeito de matar integrante de facção rival na frente da mãe é preso seis meses após crime

0
28
suspeito-de-matar-integrante-de-faccao-rival-na-frente-da-mae-e-preso-seis-meses-apos-crime
Suspeito de matar integrante de facção rival na frente da mãe é preso seis meses após crime

Marcos Rodrigues Paz foi assassinado a tiros no dia 20 de maio, no Jardim Aureny IV, em Palmas. Segundo a Polícia Civil, o crime ocorreu dentro do contexto de disputa de poder entre facções.


Suspeito de matar rival é preso, seis meses após o crime, em Palmas — Foto: Divulgação/SSP

Foi preso pela Polícia Civil um jovem, de 26 anos, identificado apenas pelas iniciais A.S.D., suspeito de matar a tiros um integrante de facção rival, em maio deste ano, em Palmas. Marco Rodrigues Paz chegou a ser socorrido e ficou internado por alguns dias, mas não resistiu. O crime aconteceu na frente da mãe da vítima.

O jovem foi preso nesta sexta-feira (24), na própria casa, localizada no Jardim Aureny IV. A equipe da 1ª Divisão Especializada de Homicídios e Proteção à Pessoa de Palmas foi ao local cumprir um mandado de prisão e de busca e apreensão na residência.

As investigações apontaram que na noite de 20 de maio, A.S.D., acompanhado de outro homem ainda não identificado, foi até a casa da vítima no Jardim Aureny III, em um carro de cor prata.

“Eles pararam em frente a casa da vítima e chamaram por Marcos que foi ao encontro dos autores. No caminho até o veículo, a mãe o interpelou, fazendo com que ele hesitasse em se aproximar do carro. Diante dessa hesitação, A.S.D que estava ao volante, desceu do veículo e se aproximou de Marcos efetuando disparos com a arma de fogo que portava”, disse o delegado Guilherme Torres.

A vítima foi socorrida e encaminhada ao Hospital Geral de Palmas (HGP), onde permaneceu internada por cerca de dez dias, mas morreu devido a um choque hipovolêmico resultante das lesões sofridas.

As investigações apontaram ainda que o crime ocorreu dentro do contexto de disputa de poder entre facções. Na época, vários homicídios foram registrados na capital. “Inclusive o crime ocorreu no ápice dessa disputa de organizações criminosas na cidade” , destacou.

O suspeito foi encaminhado para a unidade prisional de Palmas, onde permanecerá à disposição do Poder Judiciário.

Deseja receber as notícias mais importantes em tempo real? Ative as notificações do G1!

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui