Dupla vai responder por morte de jovem que tentou afastar tia de confusão em bar, diz polícia

0
44
dupla-vai-responder-por-morte-de-jovem-que-tentou-afastar-tia-de-confusao-em-bar,-diz-policia
Dupla vai responder por morte de jovem que tentou afastar tia de confusão em bar, diz polícia

Crime aconteceu em Aragominas em 2021 e dois homens foram indiciados nesta quarta-feira (22). Briga começou porque a esposa de um dos autores teria caso extraconjugal com o marido da tia da vítima.


Município de Aragominas fica na região norte do estado — Foto: Prefeitura de Aragominas/Divulgação

A investigação sobre a morte de Adão Alves Fideles, de 20 anos, foi concluída e dois homens, de 29 e 22 anos, foram indiciadas nesta quarta-feira (22). O jovem teria tentado afastar a tia de uma confusão em um bar e acabou sendo baleado na zona rural de Aragominas, região norte do estado.

O crime aconteceu no dia 20 de novembro de 2021, no Assentamento Vitória Régia. Segundo a Polícia Civil, Adão estava em um bar por volta das 23h quando a tia e a esposa de um dos indiciados começaram a brigar. O motivo seria uma suposta traição do esposo da tia da vítima com a mulher do indiciado de 29 anos.

Durante a briga, o homem sacou uma arma tipo garrucha calibre .38 e deu um tiro para cima. A arma ficou sem munição e então suspeito a derrubou no chão. O outro indiciado, de 22 anos, pegou a garrucha, colocou munição e a entregou para o suposto autor, que deu um tiro no peito de Adão.

O jovem chegou a ser socorrido e levado para um hospital da região. Mas não resistiu aos ferimentos e morreu dias depois do crime.

O homem que atirou em Adão deve responder por homicídio doloso duplamente qualificado, pelo motivo fútil e em situação que impossibilitou a defesa da vítima, além do crime de porte ilegal de arma de fogo.

O suspeito que recarregou a arma foi indiciado como participante no homicídio doloso duplamente qualificado, por ter ajudado o autor do disparo.

O inquérito foi encaminhado para o Ministério Público e o Poder Judiciário para as medidas judiciais cabíveis.

Deseja receber as notícias mais importantes em tempo real? Ative as notificações do G1!

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui